Publicado em: seg, mar 2nd, 2015

Nuvem lenticular rouba a cena e dá show em dia da conjunção

Recentemente, a conjunção entre a Lua e os planetas Marte e Vênus rendeu diversos cliques pelo mundo afora. No entanto, em alguns lugares o espetáculo ganhou componentes extras, que transformaram o céu em um espetáculo de tirar o fôlego!

conjuncao_nuvem_lenticular_fev_2015_20150302-101652
Clique para ampliar
A conjunção celeste ocorreu em 20 de fevereiro de 2015, quando os planetas Vênus e Marte quase se tocaram visualmente próximo ao horizonte oeste. Por coincidência, a Lua crescente também estava muito perto da dupla planetária, o que acabou por abrilhantar ainda mais o show celeste.

Embora o trio iluminado tenha sido o alvo dos inúmeros cliques, alguns fotógrafos mais criativos sempre conseguem compor a cena de uma maneira única, o que torna algumas fotos muito mais interessantes que outras, embora o alvo, o motivo fotografado seja o mesmo.

Na foto acima, feita pelo astrofotógrafo Nuno Serrão, isso fica evidente. A cena foi registrada na Ilha da Madeira, no sudoeste da costa de Portugal e mostra uma gigantesca nuvem do tipo lenticular à direita da conjunção que acontecia naquele instante.

Muitos poderiam odiar a presença de uma nuvem atrapalhando a observação da conjunção, mas o criativo fotógrafo tirou partido de um suposto empecilho e transformou uma cena comum e muito clicada naquele momento, em uma obra de arte única.
Nuvem Lenticular
Como o próprio nome revela, nuvens lenticulares são formações estacionárias de nuvens que tem o formato similar ao de uma lente. Normalmente se formam em grandes altitudes e quase sempre alinhadas com a perpendicular da direção do vento.

Ela se forma quando ar úmido flui sobre uma ou mais montanhas, dando origem a uma série de ondas estacionárias do lado oposto do qual sopra o vento (sotavento). Neste momento, se a temperatura no topo da onda cair abaixo do ponto de orvalho, o vapor de água em suspensão se condensará e dará origem à nuvem do tipo lenticular.

Conjuncao dezembro de 2008
Clique para ampliar
Devido ao seu formato peculiar, em formato discoide, as nuvens lenticulares já foram muitas vezes com OVNIs. Além disso, em algumas ocasiões pode ocorrer um fenômeno conhecido como irização, produzindo cores muito fortes nas beiradas dessas nuvens.
Compondo suas fotos
Como se pode entender, tornar sua foto celeste em uma cena memorável não é só uma questão de equipamento. É preciso dar a ela aquele toque especial, que valorize o alvo clicado.

Isso pode ser feito de inúmeras maneiras, como por exemplo, enquadrar um galho no primeiro plano de uma foto da Lua, registrar uma pessoa observando uma conjunção celeste, registrar o por do Sol através de uma janela, etc.

Fazendo isso, suas fotos do céu ganharão mais vida e beleza e certamente também receberão muitos elogios. Experimente!

Fotne: http://www.apolo11.com/spacenews.php?titulo=Nuvem_lenticular_rouba_a_cena...

Comente com o facebook



Mais abaixo comente sem ter conta no facebook

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Licença Creative Commons
O trabalho Segundo Sol está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-Compartilha-Igual 4.0 Internacional.
A cópia é estimulada desde que seja citada a fonte.

Este blog tem finalidades exclusivamente informativas e exprime as opiniões pessoais e subjetivas do autor.
Este blog não garante a exatidão do conteúdo fornecido nem pode ser considerado responsável por eventuais erros ou inexatidões das informações presentes no blog ou nos links externos. Este blog não é responsável pelos conteúdos inseridos por parte dos internautas na seção "Comentários".
Se em alguma publicação, direitos de autor ou de terceiros forem violados, por favor, contactar com o blog para podermos remover o conteúdo, escrever para: contato@segundo-sol.com informando o link. O conteúdo será prontamente removido.

Liberdade de Expressão
É importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal ...
veja mais aqui

Print