Publicado em: sáb, out 18th, 2014

A turbina eólica que promete energia para todo o planeta

altitude-wind-turbineUma startup de Boston pretende captar energia a partir dos ventos que sopram a 600 metros da superfície. A esta altitude, os ventos geram energia suficiente para alimentar o planeta.
A Altaeros Energies está a produzir um aparelho que flutue a 2000 pés de altitude e que consiga captar a energia produzida por ventos a esta altura. O dispositivo é uma basicamente uma boia gigante que será colocada a altitudes onde os ventos sopram de forma mais forte e estável. A BAT, de Buoyant Airborne Turbine, está a ser construída em Massachusetts, nos EUA e tem as vantagens de poder ser instalada facilmente, operada por uma equipa reduzida e começar a trabalhar no próprio dia da instalação, explica a Popular Science.
Um cientista da Universidade de Stanford estimou que a 2000 pés, os ventos geram energia com um potencial de 1800 terawatt, quatro vezes mais do que é conseguido ao nível da superfície.
O objetivo é colocar a turbina no ar e a ser controlada por uma instalação móvel em terra. Os clientes iniciais poderão ser comunidades que estejam em locais remotos, de difícil acesso. A Alaska Energy Authority é um dos primeiros interessados e vai adiantar 740 mil dólares para a empresa fazer uma demonstração da tecnologia. O Brasil e a Índia poderão ser os mercados seguintes. Num ano, o sistema permitirá poupar até 11 mil galões de diesel numa localidade. Estes valores aplicam-se para uma BAT de 30 kilowatts e a Altaeros quer depois evoluir para soluções de 100 e 200 kilowatts que possam ser usadas em instalações que usam muita energia como minas e edifícios em construção.
A Altaeros move-se num segmento com outros concorrentes, onde o maior destaque vai para a Google, que comprou a Makani Power para ingressar na equipa de projetos Google X.
Comente com o facebook



Mais abaixo comente sem ter conta no facebook

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Licença Creative Commons
O trabalho Segundo Sol está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-Compartilha-Igual 4.0 Internacional.
A cópia é estimulada desde que seja citada a fonte.

Este blog tem finalidades exclusivamente informativas e exprime as opiniões pessoais e subjetivas do autor.
Este blog não garante a exatidão do conteúdo fornecido nem pode ser considerado responsável por eventuais erros ou inexatidões das informações presentes no blog ou nos links externos. Este blog não é responsável pelos conteúdos inseridos por parte dos internautas na seção "Comentários".
Se em alguma publicação, direitos de autor ou de terceiros forem violados, por favor, contactar com o blog para podermos remover o conteúdo, escrever para: contato@segundo-sol.com informando o link. O conteúdo será prontamente removido.

Liberdade de Expressão
É importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal ...
veja mais aqui

Print