Publicações atualizadas em nossa página do FACEBOOK




Publicações do nosso blog

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Roteiro Pronto! Surto de Ebola e Impossibilidade de Vacina Rápida; Governo dos EUA Patenteou o Ebola em 2010 e Ebola um Vírus Geneticamente Modificado

Está-Tudo-no-Roteiro-Surto-de-Ebola-e-Impossibilidade-de-Vacina-Rápida-Governo-dos-EUA-PatenteouNNNo mesmo dia em que o fabricante de vacinas GlaxoSmithKline está sendo multada em 490 milhões de dólares por autoridades chinesas pela execução de um esquema de suborno ilegal em toda a China [3], a mídia está anunciando o lançamento “surpreendente” de testes em humanos de uma vacina contra o Ebola.

Inquieto para adivinhar quem será a fabricante desta vacina, uma vez que está clara e carimbada como “aprovada?” a GlaxoSmithKline, é claro. A mesma empresa, que também foi admitida como uma enorme rede de corrupção criminal nos Estados Unidos, onde crimes de alta traição eram rotineiramente comprometidos para canalizar dinheiro para mais de 40.000 médicos que empurraram medicamentos perigosos para pacientes.

Esta é a empresa que está agora – hoje! – injetando 60 “voluntários” com uma vacina experimental contra o Ebola.

Desenvolvimento espontâneo de vacinas uma impossibilidade científica

Normalmente, seriam necessários anos de testes em humanos antes de uma vacina completamente nova  ser aprovada para o uso”, relata a BBC. [1] “Mas essa é a urgência do surto de Ebola na África ocidental que esta vacina experimental está sendo rapidamente desenvolvida a um ritmo surpreendente.

Sim, é surpreendente porque é impossível.

Como todo virologista relacionado com a vacina já sabe, o processo que parte de uma infecção violenta de Ebola à uma vacina fabricada pronta para testes em humanos simplesmente não pode ser alcançado em questão de algumas semanas ou meses. Aparentemente, estamos todos a acreditar que um milagre científico espontâneo já se concretizou – um ato literal de vacina mágica – que permitiu que a criminosa indústria da vacina pule as fases tediosas dos pesquisadores e desenvolvedores e crie uma vacina pronta para testes em humanos apenas acenando uma varinha mágica.

“Os primeiros 60 voluntários saudáveis ​​serão injetados com a vacina”, disse a BBC hoje e os empurradores de vacinas estão, naturalmente, se enfileirando para proclamar o milagre da vacina que apareceu espontaneamente diante deles como uma sarça ardente:

O professor Adrian Hill, diretor do Instituto Jenner, em Oxford, que está liderando o estudo, disse: “Este é um exemplo notável de como rapidamente uma nova vacina pode ser desenvolvida em uma clínica, utilizando a cooperação internacional.”

À prova que tudo isso foi roteirizado

A explicação mais provável, é claro, é que tudo isso estava no roteiro com antecedência: o surto, o clamor internacional por ajuda, a disparada do preço das ações de Tekmira (a qual recebeu investimentos financeiros da Monsanto), a chamada urgente por uma vacina e agora a disponibilidade espontânea de testes de vacinas em humanos. Está tudo muito bem roteirizado do início ao fim, melhor do que uma tragédia de Shakespeare encenada no palco internacional.

Os “heróis” deste teatro foram pré-estabelecidos para serem as empresas farmacêuticas e vacinas, e isso já está escrito no roteiro que as vacinas serão anunciadas como milagres de salvamento da ciência moderna, mesmo que infectem pessoas e causem danos generalizados como já aconteceu com as jovens na Colômbia que estão sendo internadas em massa depois de serem injetadas com vacinas contra o HPV. [2]

Por incrível que pareça, a resposta oficial das autoridades de saúde impulsionadores-vacinais na Colômbia é que todas essas meninas que sofrem de paralisia estão apenas “imaginando” os seus sintomas e sofrendo de “histeria em massa”. Obviamente, se as vacinas são criadas pelos deuses da ciência moderna – o novo culto do nosso mundo delirante – então elas devem ser perfeitas e infalíveis. Portanto, qualquer pessoa que sofre efeitos colaterais dessas vacinas perfeitos deve, obviamente, estar imaginando coisas. Este é o dogma delirante dos traficantes de vacinas modernas.

Esta será a mesma explicação exata levantada contra qualquer pessoa que sofra os efeitos nocivos de uma vacina contra o Ebola, também. Afinal de contas, a descoberta dos efeitos colaterais da vacina simplesmente não estão no script que está sendo jogado fora antes de nós. Por isso, não pode ser permitido, e qualquer pessoa que realmente sofra efeitos colaterais será considerada imediatamente doente mental. (Sim, isso é o quão insana e orwelliana a indústria da vacina se tornou. Todos os que agora não se submetem ao vudu de vacinas perigosas são rotulados doentes mentais e, em seguida, tratados com drogas psiquiátricas. A indústria de vacinas tem, literalmente, se tornado a cultuada porta do céu da medicina moderna …)

O governo dos Estados Unidos agora tem a patente do Ebola

Este enredo fica ainda mais interessante quando você percebe que a patente do Ebola foi atribuído ao governo dos Estados Unidos há apenas quatro anos, em 2010.

Essa patente, número CA2741523A1, está disponível aqui.

Surpreendentemente, a patente afirma a posse do governo sobre todas as variantes do Ebola, as quais partilham 70% ou mais das sequências de proteínas descritas no pedido de patente: “[AFIRMA] …uma sequência de nucleótidos de, pelo menos, 70% -99% de identidade com a SEQ ID” …

Veja também:
Cientista da OMS Detêm Patente de Vírus da Gripe Suína Criado em Laboratório

Além disso, a patente também reivindica propriedade sobre todo e qualquer vírus do Ebola, os quais estão “enfraquecidos” ou “mortos”, ou seja, o governo dos Estados Unidos está, literalmente, reivindicando a posse sobre todas as vacinas do Ebola.

Isto significa, é claro, que o governo dos EUA pode exigir royalties sobre todas as vacinas do Ebola .

Ainda mais orwelliano é o fato de que o governo dos Estados Unidos pode usar essa patente para travar todas as outras pesquisas para tratamentos ou curas para Ebola.

O monopólio da patente dá direito legal ao governo dos EUA para bloquear todos os tratamentos sem a vacina do Ebola, curas ou pesquisas

Você se lembra da enorme polêmica médica sobre o gene BRCA1 ligado ao câncer de mama em mulheres? Uma empresa reivindicou a posse da patente sobre o gene e, em seguida, eles usaram essa patente para desligar todas as outras pesquisas, testes ou diagnóstico de câncer de mama relacionados a esse gene. Até o momento, cerca de 20% do genoma humano tem sido apontado como “propriedade” de empresas, universidades e até mesmo o governo.

A controvérsia chegou até a Suprema Corte dos EUA, que, em última instância decidiu que os genes humanos não podem ser patenteados. Mas a decisão do Supremo Tribunal na verdade protege as patentes de sequências genéticas de vírus e outros patógenos.

A verdade da questão é que quem detém a patente do gene Ebola pode usar legalmente a patente para encerrar todas as pesquisas sobre o Ebola, incluindo a investigação para tratamentos sem a vacina e curas médicas. É assim que os monopólios médicos são consolidados: monopolizando toda a pesquisa e todos as “curas”.

Ainda mais assustador, a “propriedade” sobre o Ebola se estende até o Ebola em circulação nos corpos das vítimas do Ebola. Quando o Dr. Kent Brantly foi transferido da África para ser tratado no CDC em Atlanta, toda a cena foi realizada sob a justificativa quase-legal de que o governo dos EUA tem “propriedade” do Ebola em circulação no sangue do Dr. Brantly. Assim, uma das primeiras coisas que aconteceram foi a aquisição de suas amostras de sangue para arquivamento dos pesquisadores e desenvolvedores do CDC e do Departamento de Defesa dos EUA.

(Só as massas ingênuas acham que foi para salvar a vida de um médico. A verdadeira missão era adquirir a estirpe do Ebola circulando em seu corpo e usá-lo para pesquisa de armamento, pesquisa de vacinas e para outros fins de pesquisadores e desenvolvedores).

Qualquer pessoa infectada com o vírus Ebola é agora considerada por carregar “propriedade de governo” sob a forma de um vírus patenteado

Isso nos leva à questão da quarentena. Enquanto o mundo inteiro sabe até agora, que toda a nação de Serra Leoa está agora sob um estado de lei marcial médica, onde as vítimas de Ebola já estão sendo caçadas como fugitivos em buscas de porta-em-porta. [4]

Ao mesmo tempo, o governo dos Estados Unidos está agora operando sob a ordem executiva #13674 de Obama, assinada em 31 de julho de 2014, que permite que o governo federal dos EUA prenda e coloque sob quarentena qualquer pessoa que apresentar sintomas de doença infecciosa. [5]

Esta ordem executiva permite que os agentes federais prendam à força e coloquem sob quarentena qualquer pessoa que manifeste sintomas de:

…síndromes respiratórias agudas graves, as quais são doenças que estão associadas com febre e sinais e sintomas de pneumonia ou outras doenças respiratórias, capazes de serem transmitidas de pessoa para pessoa, e que são ou que causem, ou têm o potencial de causar uma pandemia, ou, em consequência de infecção, são altamente susceptíveis de causar mortalidade ou morbidade grave se não forem devidamente controladas.

Parte do argumento jurídico para justificar tal quarentena no caso de Ebola é algo assim: Se você estiver carregando Ebola em seu corpo, então você está em posse de propriedade do governo dos EUA!

O fato de que o vírus está replicando em seu corpo é, legalmente falando, uma violação da lei de patentes. Porque você está fornecendo um ambiente de acolhimento para a replicação do vírus, que tecnicamente estão quebrando as leis federais que restringem a cópia e distribuição de propriedades patenteadas, que neste caso, inclui o vírus do Ebola.

Assim, o governo tem todo o direito de “relocar” você e impedi-lo de violar a lei de patentes, replicando, distribuindo ou disseminando a propriedade intelectual DELES (ou seja, o vírus do Ebola).

Antes que você pense que este argumento legal pareça loucura, basta lembrar que o sistema jurídico está cheio de advogados que apresentam os argumentos mais malucos diariamente, incluindo o argumento de que os genes humanos podem ser patenteados, em primeiro lugar. E as autoridades médicas também tornam insanos, argumentos irracionais quase constantemente, incluindo o argumento de que todas aquelas meninas na Colômbia que estão sofrendo convulsões e paralisia da vacina contra o HPV estão apenas “imaginando” os seus sintomas. Tais explicações categoricamente desafiam qualquer apego ao pensamento são.

Finalmente, a patente sobre o vírus do Ebola fornece a justificativa legal para quarentenas forçadas do governo – e até mesmo a pesquisa médica – nas vítimas do Ebola .

“O Ebola é um organismo geneticamente modificado”

O que eu esbocei nesta história é apenas uma pequena amostra do crime contra a humanidade que está ocorrendo diante de nossos olhos. Agora estou convencido de que este surto de Ebola é muito provável que não seja um acidente, e muitos cientistas na África concordam plenamente que o surto é realmente a implantação de uma arma biológica.

O Ebola é um organismo geneticamente modificado (OGM/transgênico)“, declarou o Dr. Cyril Broderick, Professor de Fitopatologia, em uma história de primeira página publicada no liberiano Observer. [6]

Ele continua a explicar:

[Horowitz] confirmou a existência de um indústria militar médica norte-americana que realiza testes de armas biológicas sob o pretexto de administrar vacinas para controlar doenças e melhorar a saúde de “negros africanos no exterior”.

LOCAIS AO REDOR DA ÁFRICA E NA ÁFRICA OCIDENTAL FORAM CRIADOS AO LONGO DOS ANOS PARA TESTAR DOENÇAS EMERGENTES, ESPECIALMENTE O EBOLA

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e várias outras agências da ONU têm sido implicadas na seleção e aliciamento de países africanos para participar dos eventos de teste, promovendo vacinações, mas buscando vários regimentos de teste.

LÍDERES AFRICANOS E PAÍSES AFRICANOS PRECISAM ASSUMIR A LIDERANÇA DEFENDENDO BEBÊS, CRIANÇAS, MULHERES AFRICANAS, HOMENS AFRICANOS E OS IDOSOS. ESTES CIDADÃOS NÃO MERECEM  SER UTILIZADOS COMO COBAIAS!

África não deve exilar o continente para se tornar a localidade para a eliminação e deposição de produtos químicos perigosos, medicamentos perigosos e produtos químicos ou agentes biológicos de doenças emergentes. Há necessidade urgente de ação afirmativa em proteger os menos abastados dos países mais pobres, especialmente os cidadãos africanos, cujos países não são tão cientificamente e industrialmente dotados como os Estados Unidos e a maioria dos países ocidentais, fontes da maioria dos organismos transgênicos virais ou bacterianos que são estrategicamente concebidos como armas biológicas. É muito preocupante que o governo dos EUA tem estado operando um laboratório de pesquisa de uma febre hemorrágica viral de bioterrorismo em Serra Leoa.

Todo o mundo deve estar alarmado. Todos os africanos, americanos, europeus, Oriente Médio, asiáticos e pessoas de todas os conclaves na Terra devem estar surpreendidas. Os povos africanos, especialmente os cidadãos  particularmente da Libéria, Guiné e Serra Leoa estão vitimados e estão todos os dias.

Natural News

Participe da discussão no Fórum Notícias Naturais.

Referências:

[1] BBC: Ebola vaccine trial begins

[2] Notícias Naturais: Colômbia: Vacina contra HPV Responsabilizada por Doença Misteriosa

[3] BBC: GlaxoSmithKline fined $490m by China for bribery

[4] Notícias Naturais: Lei Marcial Médica Declarada em Serra Leoa – Vítimas de Ebola...

[5] Federal Register: Revised List of Quarantinable Communicable Diseases /Se o Ebola...

[6] Daily Observer: Ebola, AIDS Manufactured By Western Pharmaceuticals, US DoD?

[7] Google Patents: Human ebola virus species and compositions and methods thereof

[8] Natural News: Big Pharma criminality no longer a conspiracy theory: Bribery, fraud, price...

[9] Natural News: Ebola outbreak may already be uncontrollable; Monsanto invests in Ebola...

[10] Natural News: US government claims 100% ownership over all your DNA and reproductive...



Fonte: http://www.noticiasnaturais.com/2014/09/roteiro-pronto-surto-de-ebola-e-impossibilidade...


EmoticonEmoticon