Publicações atualizadas em nossa página do FACEBOOK




Publicações do nosso blog

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Avistamento de OVNI na antiga China

[caption id="attachment_3506" align="alignright" width="300"]ct-Shen-Kua-900 O chinês e estadista Shen Kuo (1031-1095 dC) da Dinastia Song (Wikimedia Commons)[/caption]

O universo é cheio de mistérios que desafiam o nosso conhecimento atual. Em “Além da Ciência”, o Epoch Times coleciona histórias sobre fenômenos estranhos que estimulam a imaginação e abrem o anteriormente inimaginável para novas possibilidades. Se é verdadeiro ou não, quem decide é você.

Shen Kuo foi um renomado astrônomo, matemático, geólogo, zoólogo, diplomata, engenheiro, inventor, músico, ministro das Finanças, e muito mais. Ele viveu durante a Dinastia Song (960-1127) na China. Entre seus escritos, que abrangem vários temas e áreas, há uma passagem que detalha, ao que tudo indica, ser um avistamento de objeto voador não identificado (OVNI).

Foi o professor Zhang Longqiao, do departamento de língua chinesa antiga do Colégio de Professores de Pequim, quem, na década de 1970, descobriu e traduziu essa passagem de um dos livros de Shen Kuo, cujo título é “Mengxi Bitan”, e pela qual Shen descreve um OVNI chamando-o de pérola por falta de uma palavra específica para descrever um OVNI à época.

“O Professor Zhang pensou que essa passagem do livro de Shen era uma grande evidência de que uma nave de outro planeta foi avistada em algum lugar perto de Yangzhou, na China antiga”, disse Paul Dong, que é um escritor cujos artigos têm aparecido em algumas das publicações mais populares da China, o que inclui o jornal estatal “Diário do Povo”. Dong tornou-se editor-chefe do The Journal of UFO Research e trabalhou em cooperação com muitos ufólogos numa época em que na China falava-se muito sobre UFOS (final da década de 1970, início dos anos 80).

Dong inseriu em seu livro “Os Maiores Mistérios da China” essa passagem do livro Mengxi Bitan de Shen. O texto diz:

“Nos anos de Imperador Jiayou (1056-1064), um desconhecido objeto brilhante como uma pérola fez várias aparições sobre a próspera cidade de Yangzhou, na província de Jiangsu, especialmente de noite. O objeto foi visto pela primeira vez sobre um lago da cidade de Tienzhang, no leste de Anhui e, pouco depois, o sobre o lago Pishe, que fica a noroeste da cidade de Gaoyou, em Jiangsu. Posteriormente, foi visto várias vezes perto do Lago Xingkai pelos habitantes locais”.

“Uma noite, um homem que vive à beira do lago avistou uma pérola brilhante bem perto de onde ele estava. O objeto abriu uma porta de onde saiu uma inundação de luz intensa como os fortes raios do Sol, em seguida, sua casca mais exterior se abriu. Parecia ser do tamanho de uma cama; parecia que nele havia uma grande pérola do tamanho de um punho e que emitia uma forte luz de cor branca prateada. Essa intensa luz branco-prateada era forte demais de os olhos humanos suportar; ela criou sombras em todas as árvores num raio de 16 quilómetros”.

“O espetáculo era como o sol nascente, iluminando o céu distante e as madeiras em tom crepuscular. Então, de repente, o objeto subiu a uma velocidade tremenda e depois desceu sobre o lago como o pôr do sol”.

“Yibo, um poeta de Gaoyou foi uma frequente testemunha ocular dessa ‘pérola que parecia ser uma lua’.

“Como a pérola frequentemente fazia aparições na cidade de Fanliang, em Yangzhou, os habitantes locais, que a viam com frequência, construíram um local de observação e chamaram-no de ‘Pavilhão da Pérola’. Pessoas curiosas frequentemente vinham de barco de longe na esperança de poder ver a pérola imprevisível”.

A história é tão clara e simples que é improvável que seja fruto de alucinações, visões religiosas ou outras coisas do tipo, disse o professor Zhang. Zhang também observou que nenhuma criatura bioluminescente, como vaga-lumes, seria grande o suficiente para ser descrita como “do tamanho de uma cama e tão brilhante a ponto de não poder ser vista a olho nu”.

No mesmo livro, Shen Kuo descreve outras observações científicas que atualmente vemos que são corretas. Por exemplo, ele forneceu a primeira descrição do funcionamento de uma bússola magnética, identificou e analisou fósseis, argumentou contra a teoria de que as marés estão ligadas ao sol e identificou sua correlação com os ciclos da lua, e ele teorizou que o Sol e a Lua são esféricos, em vez de plana como se pensava à época.

Fonte: http://www.epochtimes.com.br/avistamento-de-ovnis-na-antiga-china


EmoticonEmoticon