Publicado em: sáb, dez 21st, 2013

Aparelho promete ‘traduzir’ pensamentos dos cachorros para a linguagem humana

O cachorro Dug (no gif acima), do longa-metragem da Pixar “Up!”, tem uma coleira especial que pode traduzir a linguagem canina para a humana.

Um dispositivo avançado desses ainda é coisa de filme, mas a NSID (Sociedade Nórdica de Invenção e Descoberta, na sigla em inglês) já começou a desenvolver um aparelho que promete transformar latidos em frases que nós podemos entender.

Em campanha no site de financiamento coletivo Indiegogo, o No More Woof [sem mais latidos] é um gadget que, através de sensores, identifica padrões na atividade cerebral dos cães e emite a mensagem traduzida por um alto-falante. O dispositivo é movido por um Raspberry Pi, que é o menor computador do mundo.

O No More Woof consegue detectar padrões neurais como “estou com fome”, “estou cansado” e “quem é você?”, segundo a NSID. As mensagens só podem ser traduzidas para o inglês, por enquanto, mas versões em mandarim, francês e espanhol devem vir em breve.

A NSID ressalta que o aparelho ainda não está finalizado, mas é um protótipo funcional, em constante desenvolvimento. “Alcançamos alguns resultados, mas estamos longe de algo que pode ser produzido em massa”, explica. “Quanto mais dinheiro levantarmos, mais trabalho podemos fazer em prol de algo verdadeiramente surpreendente.”

Nos planos da empresa para o futuro, estão novas aplicações e acessórios, como:

• um dispositivo similar que transforma o pensamento humano em linguagem canina;
• a possibilidade de usar o dispositivo para controlar membros artificiais;
• uma edição sem censura do No More Woof, para reconhecer pensamentos caninos obscenos.

Para receber uma unidade do gadget, interessados no projeto podem investir entre US$ 65 e US$ 5.000. Estima-se que os primeiros No More Woof sejam entregues em abril de 2014.


Notícia compartilhada no site: www.segundo-sol.com

Comente com o facebook



Mais abaixo comente sem ter conta no facebook

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Licença Creative Commons
O trabalho Segundo Sol está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-Compartilha-Igual 4.0 Internacional.
A cópia é estimulada desde que seja citada a fonte.

Este blog tem finalidades exclusivamente informativas e exprime as opiniões pessoais e subjetivas do autor.
Este blog não garante a exatidão do conteúdo fornecido nem pode ser considerado responsável por eventuais erros ou inexatidões das informações presentes no blog ou nos links externos. Este blog não é responsável pelos conteúdos inseridos por parte dos internautas na seção "Comentários".
Se em alguma publicação, direitos de autor ou de terceiros forem violados, por favor, contactar com o blog para podermos remover o conteúdo, escrever para: contato@segundo-sol.com informando o link. O conteúdo será prontamente removido.

Liberdade de Expressão
É importante esclarecer que este blog, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal ...
veja mais aqui

Print