Publicações atualizadas em nossa página do FACEBOOK




Publicações do nosso blog

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Internautas registram tornado na Costa Sul de São Sebastião


Nas redes sociais, internautas divulgaram nesta segunda-feira fotos do momento em que um tornado se aproxima da Costa Sul de São Sebastião. O fenômeno foi identificado pela Defesa Civil na tarde de domingo e danificou 14 imóveis, sendo que dois tiveram destruição total, e deixou Juquehy sem energia por algumas horas.

Segundo o chefe da Defesa Civil, Carlos Eduardo dos Santos, duas pessoas foram socorridas com ferimentos leves. “Uma delas estava na areia e deitou-se para se proteger, mas foi lançada pelo vento a uma distância de 15 metros. Já o rapaz teve apenas escoriações, nada grave”, explica.

Ainda segundo o órgão, 37 árvores caíram sobre residências e fiação elétrica. Uma pousada teve o telhado danificado por conta dos ventos. Pelos cálculos do proprietário do estabelecimento, as avarias somam prejuízo de R$ 200 mil.

Uma pousada teve o telhado danificado por conta dos ventos

O tornado se formou na região da Ilha do Montão de Trigo e seguiu em direção à praia. “Por ser litoral, a região é propícia para esse tipo de fenômeno, que costuma ser mais comum no verão, mas pode ocorrer em outros períodos”, explica o meteorologista do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cepetec), Gustavo Escobar.

Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=148327&idDepartamento=5&idCategoria=0

Fenômeno natural ‘varre’ faixa de 800 metros e causa grandes estragos em Juquehy
Não é possível definir o que ocorreu, se foi um tornado ou uma tromba d’água”, disse coordenador do Cepetc.

Fenômeno causa grandes prejuízos para moradores e empresários do bairro

No domingo 6, um fenômeno natural atingiu algumas casas do bairro Juquehy, na Costa Sul de São Sebastião, e deixou a região sem energia por algumas horas. De acordo com levantamento da Defesa Civil, foram 14 casas atingidas, das quais duas foram completamente destruídas, e duas vítimas com ferimentos leves, atendidas por uma unidade do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência).

Conforme Carlos Eduardo dos Santos, chefe da Defesa Civil no município, a região atingida abrange, aproximadamente, uma faixa de 800 metros. “O perímetro por onde ele passou está destruído. Não houve vítimas com ferimentos graves, no entanto, uma delas estava na faixa de areia e ao deitar-se para se proteger foi lançada pelo vento a uma distância aproximada de 15 metros”, disse. “O rapaz teve apenas escoriações, nada muito grave”, acrescentou. “Ao todo foram retiradas 37 árvores de sobre as residências e fiação, além disso, um poste também caiu e será removido pela empresa de energia em breve”, concluiu Carlão.

De acordo com moradores locais o fenômeno se formou na região da Ilha do Montão de Trigo e atingiu o continente minutos depois.

Ernesto Luiz de Maranhães, proprietário de uma das pousadas atingidas, estima o prejuízo em aproximadamente de R$ 200 mil. “Estou há 20 anos em Juquey. Nunca vi algo parecido, nem tampouco havia ouvido falar sobre isso”, comentou.

De acordo com Gustavo Escobar, coordenador do grupo de previsão do tempo, do Cepetec (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o fenômeno não pode ser definido (ciclone, tornado ou furacão ou tromba d’água), por não haver estação meteorológica na região. “Não é possível definir o que ocorreu, ou seja, se foi um tornado ou uma tromba d’água; para definir é necessário uma equipe para avaliar os estragos e colher informações com moradores do local”, explicou.

Escobar destacou que outros eventos do tipo podem ocorrer na região, “mas não dá para saber quando e onde ocorrerá. Esse tipo de fenômeno costuma acontecer no verão, porém, pode ocorrer fora desse período também”, declarou.
(MF/RF)
Extraído de: http://folhadolitoralnorte.net/fenomeno-natural-varre-faixa-de-800-...
postado por Andrea Cortiano


EmoticonEmoticon